Moto-Bomba Periférica Lynus LYN-100B

Moto-Bomba Periférica Lynus LYN-100B

Marca: Lynus Referência: 684

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível

    Descrição do Produto

    Moto-bomba Lynus LYN-50B 
    Altura máx. sucção7 m.c.a
    Peso (kg)8
    Potência1.0 cv
    Pressão Máxima52 m.c.a
    Tipo de motorMonofásico
    Ø Recalque1 pol.
    Ø Rotor70mm
    Ø Sucção1 pol.

    Moto-bomba indicada para transferência de água limpa e isenta de sólidos de cisterna, reservatórios, no abastecimento de residências e pequena irrigações, com baixo nível de ruído.

    Instruções Gerais

    Os dados de catálogo de todas as moto-bombas centrífugas (com exceção de injetoras) foram levantados em teste de laboratório para uma capacidade máxima de sucção de 7 metros em situação onde a temperatura do líquido bombeado esteja em 25°C e ao nível do mar.

    Os líquidos a serem bombeados pelas moto-bombas devem obedecer às seguintes regras:

    - Devem estar livres de componentes abrasivos ou sólidos em suspensão (areia, sujeira, etc)    
    - Não deve reagir ou ser incompatível aos componentes da moto-bomba: ferro fundido, latão, inox, aço, borracha e cerâmica;
    - Nunca utilizar para bombear líquido inflamáveis;
    - Proteja a moto-bomba de intempéries (chuva, sol, umidade, poeira, vento) e a mantenhas arejada, garantindo renovação de ar;
    - Procura instalar sua moto-bomba o mais perto possível da fonte de água e sobre uma base levemente inclinada para o lado da sucção, sem quer sustente o peso da tubulação;
    - As bitolas originais da moto-bomba pode sem ampliadas para diâmetros compatíveis à vazão da moto-bomba, sem que isto prejudique o funcionamento do produto.

    A válvula de pé é indispensável para o funcionamento da moto-bombas centrífugas periféricas. As uniões são necessárias para facilitas a retirada da moto-bomba quando houver necessidade de manutenção. O registro de saída permite ao usuário controlar a pressão e a vazão da moto-bomba. O manômetro de pressão quando indicado mostra ponto de operação da moto-bomba.

    A tubulação a ser utilizada na instalação nunca deverá ser reduzida além do diâmetro original da moto-bomba, pois isto provoca perda da vazão e sobre carga no motor. Deve-se observar que o fato de ampliar as bitolas originais da moto-bomba não acarreta problema algum ao produto, pelo contrário, melhora seu desempenho.
    Utilize fita veda-rosca em todos os pontos rosqueáveis da instalação e certifique-se de que não há nenhum vazamento.

    Instale uma válvula de retenção a cada 20 m.c.a de pressão.
    Antes de Ligar, encha sua moto-bomba com o líquido a ser bombeado (escorve-a).
    Jamais deixe sua moto-bomba funcionando sem líquido.

    Instruções Elétricas

    Existem na parte elétrica três fios de saída, o fio de cor verde e amarela são de aterramento, os outros fios devem ser ligados a rede elétrica, uma como fase e ouro como neutro, independente da posição.

    É obrigatório o aterramento do motor, usando haste metálica ou malha de aterramento, sob pena de perder a garantia.

    Instale fusíveis e, se possível, uma chave magnética de proteção compatível à corrente da moto-bomba na tensão em que a mesma está ligada.

    A chave magnética permite um ajuste fino que protegerá a sua moto-bomba de queima por sobrecarga.

    Deixe seu comentário e sua avaliação







    - Máximo de 512 caracteres.

    Clique para Avaliar


    • Avaliação:
    Enviar
    Faça seu login e comente.

    PRODUTOS RELACIONADOS

    A MEGA LOJA e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

    Fique Ligado!