Máscara para Poeiras com Válvula PPF2 Concha 3M

Máscara para Poeiras com Válvula PPF2 Concha 3M

Marca: 3M Referência: 24825

Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
ou 1 x deR$ 13,87no cartão

    Descrição do Produto

    Constituído por uma concha interna de sustentação, sobre esta concha é montado o meio filtrante composto por micro fibras tratadas eletrostaticamente. 
    A parte externa do respirador é composta por um não-tecido que protege o meio filtrante evitando que as fibras possam se soltar.

    CA : 5657

    Respirador para proteger contra certas particulas, uso inadequado pode causar enfermidade ou morte. Para uso correto, segue as instruções, conculte seu supervisor ou chame a 3M pelo numero 0800-0550705.

    Use para: Sólidos como os de processamento de minerais, carvão, minério de ferro, farinha, fumos metálicos, fibras de vidro e outras substâncias até 10 vezes os seus limites de tolerância. Asbestos até a concentração de 2 fibras/cm³. Névoas líquidas ou particulas que não sejam com base a óleo de aerosóis, que não emitam aerosóis ou vapores a óleo.
    este produto é testado de acordo com a norma ABNT/NBR 13698 e aprovado peloministério do trabalho e emprego (MTE) como peça semifacial filtrante contra poeiras, névoas e fumos até 10 vezes o limite de exposição ocupacional, classe PFF-2 (s), apresentando eficência de filtração superior a 94% contra a penetração de aerossóis particulados não oleosos. Somente para uso contra aerossóis sólidos e líquidos a base d'água.

    Não use para: Aerosóis a óleo, gases, jatos de areia e vapores orgânicos. 

    Instruções de uso:

    1. Deixar de seguir todas as instruções e limitações de uso deste respirador e/ou deixar de usar este respirador durante todo o período de exposição poderá reduzir a eficácia do respirador e poderá resultar em enfermidade ou morte.
    2. Antes do uso ocupacional deste respirador, exige-se que um programa de proteção respiratória seja elaborado por escrito, atendendo a todos os requisitos das normas existentes e a Instrução Normativa Nº 1 do Brasil de 11 de abril de 1994, a qual exige que o usuário seja treinado e passe por um ensaio de vedação.
    Recomenda-se que o ensaio de vedação seja feito com outros EPI’s usados simultaneamente, que possam influenciar na vedação da PFF, para verificar a compatibilidade entre eles, como por exemplo: óculos de segurança.
    3. As partículas que podem ser perigosas a sua saúde incluem aquelas que são tão pequenas que não podem ser vistas a olho nu.
    4. Abandone a área contaminada imediatamente e consulte seu supervisor se ocorrer tontura, irritação ou outro incômodo.
    5. Segundo informações da ABNT/NBR13698, este produto deve ser descartado ao final de cada turno, salvo recomendações do Programa de Proteção Respiratória (PPR). Não deve ser higienizado para não comprometer sua eficácia.
    6. Cuidados especiais devem ser dados para o uso da PFF em atmosferas explosivas.

    Limitações de uso:

    1. Este respirador não fornece oxigênio. Não use em atmosferas enriquecidas ou contendo menos que 19,5% de oxigênio.
    2. Não use quando as concentrações dos contaminantes forem imediatamente perigosas à vida e à saúde, forem desconhecidas, ou excederem a 10 vezes o limite de tolerância das partículas.
    3. Não altere, abuse ou utilize inadequadamente este respirador.
    4. Não deve ser utilizado pelo usuário que tiver barba ou outras formas de pêlo facial, ou sob outras condições que venham a impedir a vedação entre o rosto e as bordas do respirador, como por exemplo, cicatrizes.

    Limitação de tempo de uso:

    Se o respirador se danificar, sujar ou se a respiração se tornar difícil, abandone a área contaminada e descarte o respirador.

    Armazenagem, transporte e guarda:

    Deve ser mantido em local com boa ventilação, limpo, seco, evitando-se exposição à umidade e contaminantes. Faixa de temperatura de estocagem: -20ºC até +30ºC.
    Umidade Relativa Máxima de Estocagem: <80% UR.

    Instruções de ajuste a serem seguidas a cada vez que se usar o respirador:

    1. Segure o respirador na palma da mão, com a espuma interna na direção da ponta dos dedos. As tiras elásticas devem ficar soltas e para baixo.
    2.A. Leve o respirador ao rosto, cobrindo a boca e o nariz. Puxe o elástico superior passando-o acima das orelhas e ajustando-o bem no alto da cabeça.
    2.B. Faça o mesmo com o elástico inferior colocando-o atrás do pescoço.
    3. Coloque as pontas dos dedos de ambas as mãos na parte superior do grampo de ajuste nasal (peça metálica). Usando as duas mãos, molde o grampo segundo o formato do seu nariz, empurrando-o para dentro ao mover as pontas dos dedos para baixo, sobre ambos os lados da peça facial.
    (Apertar a peça facial usando somente uma mão poderá causar um ajuste inadequado e um desempenho inferior do respirador. Use as duas mãos.)
    4. Execute um teste de verificação de vedação antes de cada uso. Para verificar a vedação, coloque ambas as mãos por completo sobre o respirador, com o cuidado de não alterar a posição do respirador. Inale com determinação. Uma pressão negativa deverá ser observada dentro do respirador. Se houver vazamento de ar em volta do nariz, reajuste o grampo de ajuste nasal segundo está descrito no passo 3. Se houver vazamento de ar pelas bordas do respirador, reajuste a posição do respirador de acordo com os passos 2 e 3. Se você não conseguir obter um ajuste adequado, não entre na área contaminada. Consulte o seu supervisor.
    5. Colocação correta.

    Composição: Painéis de não-tecido, microfibras sintéticas tratadas eletrostaticamente, clipe nasal e grampos metálicos, elásticos de látex revestidos em poliéster.

    Deixe seu comentário e sua avaliação







    - Máximo de 512 caracteres.

    Clique para Avaliar


    • Avaliação:
    Enviar
    Faça seu login e comente.

    A MEGA LOJA e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

    Fique Ligado!