Furadeiras

Mostrado de 1 à 24 de 169 Produtos encontrados.

Grade Lista

Definir Direção Ascendente
Navegue
Mostrado de 1 à 24 de 169 Produtos encontrados.

Grade Lista

Definir Direção Ascendente
Navegue

O que é uma furadeira?

A furadeira, como o nome já diz, é uma ferramenta elétrica que foi desenvolvida com o intuito de garantir a realização de furos nos mais diversificados tipos de materiais e superfícies. 

O seu uso é muito comum nos lares brasileiros, por ser uma ferramenta extremamente útil e prática desde os processos mais simples até os mais rígidos.

Qual a função da furadeira?

Como o nome mesmo já indica, a função principal de uma furadeira é realizar furações com o auxílio de porcas, rebites, brocas e outras peças.

São máquinas extremamente eficientes e práticas desde os processos mais simples, como a perfuração para fixação de prateleiras e quadros na parede, até os processos mais pesados, como na construção civil, por exemplo.

Quando a furadeira foi inventada?

Antes do surgimento das furadeiras, as atividades eram realizadas de maneira mais lenta, já que a furação nos materiais acontecia de maneira manual através de um trado ou de um arco de pua (ferramenta bastante utilizada até hoje).

Foi dessa lentidão que surgiu a necessidade de desenvolver uma ferramenta que fosse capaz de proporcionar praticidade e eficiência de maneira mais rápida.

Assim surgiu a primeira furadeira, no ano de 1889, pelos estudos do engenheiro australiano Arthur James Arnot.  

Seis anos mais tarde, a sua invenção passou por novos aperfeiçoamentos dos irmãos Wilhelm Emil Fein e Carl Fein, ambos da Alemanha. Eles foram os responsáveis por apresentar a primeira furadeira elétrica portátil.

Mas, para que as furadeiras carregassem um design mais robusto e moderno, os americanos Samuel Duncan Black e Alonzo G. Decker entraram com a mão na massa.

Eles desenvolveram, em 1917, uma furadeira elétrica que contava com um inovador mandril de 1/4” em forma de pistola e gatilho, bem parecida com as que utilizamos atualmente.

A inovação chamou a atenção de muita gente, inclusive de Henry Ford, fundador da Ford Motor, que precisava da ferramenta para melhorar a performance de sua linha de produção.

Desde que Henry Ford teve conhecimento de tal inovação, passou a ser um dos maiores incentivadores do desenvolvimento e do aprimoramento das furadeiras. 

Em 1923, a Black+Decker disponibilizou a ferramenta no mercado por apenas $16,95, sendo a primeira furadeira elétrica com braço de sustentação total.

Já em 1964, a ferramenta já havia tornado-se um utensílio tão importante que acabou fazendo parte do Projeto Gemini, em que uma máquina sem fio era utilizada pelo programa espacial americano e em 1968, no Projeto Apollo.

Furadeiras
Furadeiras

Como funciona uma furadeira?

O funcionamento de uma furadeira é iniciado à partir do momento em que pressionamos o gatilho da ferramenta, gerando um circuito elétrico que se completa, como quando ligamos um interruptor de luz, por exemplo.

Quando o gatilho é acionado, um pedaço de metal localizado no lado contrário a ele (no interior da máquina) conduz toda a eletricidade da principal fonte de energia, a um motor.

Depois que tal eletricidade é conduzida, a broca ou o acessório que será utilizado na furadeira, começa a girar, indicando que a máquina está pronta para uso e já pode realizar as furações.

Ao empurrarmos a ferramenta contra a parede (ou outra superfície), a broca penetra o material. Essa rotação insere a broca no local desejado, produzindo uma fricção que corta ou desgasta a área, realizando o furo desejado.

Em quais materiais a furadeira pode ser utilizada?

A furadeira pode ser utilizada em diversos tipos de materiais ou superfícies, principalmente em paredes, azulejos, porcelanatos, madeira, aço, gesso, estruturas metálicas, além de várias outras.   

Quais são os segmentos que utilizam as furadeiras?

As furadeiras são ferramentas que não podem faltar em nenhuma obra, construção ou montagem, por isso são peças que estão diretamente presentes nos mais diversificados tipos de segmentos.

Elas desempenham atividades excelentes nos setores de reparos, instalações e montagens, obras, manutenções, em serralherias, marcenarias, entre outros segmentos.

Qual a diferença entre as furadeiras e as parafusadeiras?

A principal diferença entre elas está na aplicação de cada uma. As furadeiras foram desenvolvidas com o objetivo de providenciar furações, enquanto as parafusadeiras foram elaboradas para parafusar e desparafusar parafusos e outros acessórios.

Outra diferença entre ambas está no controle de velocidade no gatilho, já que existem furadeiras que possuem tal função e podem ser utilizadas como parafusadeiras também.

As furadeiras costumam ser máquinas mais potentes, já que exigem uma performance maior, principalmente em materiais como paredes de concreto, por exemplo.

Já as parafusadeiras são ferramentas utilizadas em superfícies mais leves, sendo extremamente úteis na montagem e desmontagem de móveis, no conserto de eletrodomésticos, entre outras atividades.

Como escolher a furadeira ideal?

Quando procuramos pela furadeira que irá atender as nossas necessidades, precisamos identificar alguns elementos para não errarmos na escolha, como:

• Determinar quais serão os seus objetivos e aplicações;
• Estabelecer o tempo de utilização da ferramenta;
• Verificar qual será a sua rotina de uso;
• Identificar em qual material a furadeira será utilizada (seja em concreto, azulejo, metal, entre outros);
• Reconhecer qual é o modelo que melhor adequa-se às suas necessidades;
• Verificar os melhores preços válidos e as condições oferecidas pelas lojas.

Qual furadeira comprar?

Depois de identificar todos os tópicos acima, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre as especificações das furadeiras para que você encontre o modelo correto para seus serviços. 

É preciso prestar atenção no:

Potência

A potência é um aspecto que está diretamente ligado aos resultados que serão obtidos durante as operações com a máquina, já que entende-se que a potência é o elemento capaz de medir em watts (W) toda a força que a ferramenta pode exercer.

Para atividades de hobby, mais leves e delicadas recomenda-se adquirir uma furadeira que ofereça entre 350 e 500 watts de potência, enquanto que para serviços profissionais com uma frequência e esforço maiores, o recomendado é investir em uma máquina que ofereça de 600 a 800 watts.

Já para trabalhos industriais mais pesados, rígidos e de maior densidade, o indicado é obter uma furadeira que apresente força superior a 900 watts.

Furadeiras
Furadeiras

Modelo

No mercado existem dois tipos de modelos de furadeiras: as com impacto e as sem impacto.

A furadeira sem impacto é aquela que trabalha com efeito de rotação, variando de acordo com a sua potência, sendo ideais para furar metal, plástico, madeira, gesso, entre outras.

Já a furadeira de impacto é uma ferramenta cujo funcionamento acontece através de rotação e impacto, ou seja, as furações acontecem através de golpes simultâneos, ideais para paredes, pedras, concreto, etc. 

Algumas das máquinas ainda recebem a “função martelete”, aplicando uma força extra durante a perfuração, oferecendo ainda mais agilidade e eficiência durante o processo, principalmente em materiais como alvenaria, concreto e pedra.

Atualmente grande parte dos modelos de furadeiras contam com chave de impacto para ativar ou desativar o impacto antes de iniciar a perfuração, para não danificar a superfície, caso ela seja mais leve, por exemplo.

Dimensões de mandril

Os mandris das furadeiras podem variar entre três dimensões: as de 3/8“, mais comuns em furadeiras indicadas para uso doméstico e suportando brocas de até 10 mm, as de 1/2“, que são capazes de suportar brocas de até 13 mm e as de 5/8” capazes de atuar com brocas de 20 mm.

Outra diferenciação que acontece nos mandris, está no seu tipo de encaixe. Alguns modelos utilizam chave de aperto, outros oferecem aperto rápido para troca imediata de acessórios, onde o aperto ocorre apenas com a mão.

Velocidade Reversa

A reversão é uma excelente função para auxiliar nos processos de furações, já que ela permite com que o usuário possa inverter o sentido de giro da broca, ajudando a peça a ser retirada quando houver travamento.

A aplicação é extremamente dinâmica, útil e rápida na retirada das brocas do material ou da superfície depois de acontecer a perfuração, principalmente em materiais mais duros.

Rotação por minuto (RPM)

É preciso prestar atenção na rotação por minuto  — rpm — das furadeiras também. Este aspecto está relacionado com a potência e a capacidade de giros (rotações) da broca na máquina, o que oferece um melhor desempenho da ferramenta.

A baixa rotação de uma furadeira é medida entre 300 rpm e 400 rpm, enquanto a alta é capaz de girar entre 1200 rpm e 1500 rpm.

Quais são os equipamentos de segurança necessários para manusear uma furadeira?

Ao manusear uma furadeira, é preciso utilizar alguns equipamentos de segurança específicos para garantir com que as atividades sejam efetuadas sem que ocorram acidentes ou ferimentos.

Para iniciar suas furações, lembre-se sempre de ter por perto: óculos de proteção, protetores auriculares (caso a máquina transmita um ruído muito alto), luvas para proporcionar maior firmeza e pegada e calçados de proteção.

No caso dos equipamentos de segurança, dependendo de alguns ambientes de trabalho, é preciso que os usuários utilizem vestimentas propícias para trabalhar com tranquilidade.

Escolha em nosso site o melhor modelo de furadeira!

Furadeiras
0 Meu Carrinho
Seu Carrinho está vazio
Navegue por nossa loja e encha seu carrinho com as melhores ofertas!